A Shell Nigeria Exploration and Production Company Ltd (SNEPCo) produziu no ano passado mais petróleo em Bonga do que nunca; revisão da operação mostrou.

Espera-se que a primeira produção em águas profundas da Nigéria produza cerca de 138 mil barris de petróleo por dia (bpd) em 2023, em comparação com cerca de 101 mil em 2022.

Entre outros fatores, a melhoria foi impulsionada pela perfuração de novos poços, otimização da gestão de reservatórios e instalações e excelente gestão de ativos.

“Bonga continua a justificar o investimento e o trabalho árduo que levou à sua descoberta.

O aumento da produção é fruto do empenho dos colaboradores, da melhoria contínua dos processos produtivos e da manutenção e apoio da National Petroleum Company Ltd (NNPC) e dos nossos parceiros – TotalEnergies Nigeria Limited, Nigerian Agip Exploration e Esso Exploration and Production Nigeria Limited . Trabalhando juntos, capacitaremos vidas e agregaremos valor a todas as partes interessadas”, disse o CEO da SNEPCo, Elohor Aiboni.

A Bonga iniciou a produção em novembro de 2005 através do FPSO Bonga de 225.000 bpd, localizado a 120 quilômetros da costa. O FPSO exportou 1 bilhão de barris de petróleo no ano passado.

A operação resultou na transferência de impostos e royalties ao governo federal para financiar o desenvolvimento, o desenvolvimento de empreiteiros e prestadores de serviços locais e um amplo portfólio de investimentos sociais que melhoraram vidas em todo o país.







Fonte