Time perde a chance de garantir o primeiro lugar do grupo e decidirá a posição contra o Caracas

14 de maio
2024
– às 21h39

(atualizado às 21h39)




Foto: Esporte News Mundo

O Atlético enfrentou o Peñarol pela quinta rodada da Conmebol Libertadores nesta terça-feira (14) no Estádio Campeon del Siglo, em Montevidéu, no Uruguai, e perdeu o jogo de ida. O time mineiro teve dificuldades para romper a defesa carboneros e com dois gols no segundo tempo, os uruguaios tiveram algumas bolas para jogar. Ao longo do jogo, o Galo teve mais posse de bola, mas menos chutes, apenas quatro em 90 minutos.

Já o Peñarol teve mais chances de abrir o placar que o Atlético na busca pela posse de bola e se inspirou no meio-campista Leo Fernandez, que criou jogadas importantes para os uruguaios ao longo da partida.

PRIMEIRA VEZ

O jogo começou curto e com poucas chances para os dois lados. O Atlético teve mais bola nos pés, mas teve muita dificuldade para penetrar na defesa uruguaia. Enquanto o time jogava pelo meio e procurava o momento certo para atacar, o Peñarol manteve a linha rasteira e deu espaços para o Galo avançar. Aos 10 minutos de jogo, Leo Fernandez já mostrou qual seria a principal jogada do time mandante. Em cobrança de falta perigosa, Everson voltou, mas ninguém finalizou. Pouco depois, Sekera voltou a arriscar e colocou o goleiro do Atlético para trabalhar novamente. O time mineiro, apesar de levar vantagem, não incomodou o goleiro Aguerre, que defendeu apenas uma bola no primeiro tempo.

A saída de Otávio fez com que Milito tivesse que mudar o plano da equipe. Igor Gomes trocou o volante e não conseguiu acertar uma boa velocidade. Ainda aos 45 minutos iniciais, ainda houve tempo para Ramirez encontrar Sequeira na frente do gol no contra-ataque, que chutou por cima da trave e desperdiçou a melhor chance do primeiro tempo.

A SEGUNDA VEZ

O técnico Gabriel Milito fez duas alterações em busca do ataque. Eduardo Vargas substituiu Alan Franco e posteriormente Alisson substituiu o zagueiro Jemerson. O Atlético ficou então apenas com Battaglia como volante e Bruno Fuchs como zagueiro. Para evitar que o Galo chegasse ao gol com maior risco, os uruguaios recorreram às faltas. Três jogadores do Peñarol foram marcados em 5 minutos. A estratégia funcionou, pois logo após a cobrança de falta de Leo Fernandez acertar a trave, a bola quicou e o zagueiro Leo Hernandez encheu a rede de Everson para abrir o placar para os Carboneros.

O Atlético respondeu com Battaglia. O argentino avançou com certa liberdade e finalizou no escanteio de Aguirre, que mandou para escanteio. A reação esportiva não durou muito. Seis minutos depois do primeiro gol, em outra bola parada, Leo Fernandez chuta com veneno, Everson espalma e Maxi Silvera completa para a rede.

Para saber tudo sobre o Atlético acompanhe o Esporte News Mundo no X, Facebook d Instagram

A classificação do Atlético para os play-offs já está garantida. Porém, o primeiro lugar do grupo ainda não está garantido. Com esta vitória, o Peñarol fica a três pontos do clube mineiro na tabela. A decisão fica para a última partida da primeira fase. O Galo volta a jogar pela Libertadores contra o Caracas-VEN no dia 28 de maio, na Arena MRV.



Fonte