HOUSTON – O arremessador do Astros, Ronel Blanco, foi expulso de sua partida na terça-feira após testar positivo para uma substância estranha antes do quarto turno.

Blanco lançou 54 arremessos contra o Oakland A’s. Os árbitros nunca questionaram ele durante o teste de substâncias antes do quarto round.

Todos os quatro árbitros verificaram a luva de Blanco antes que ele chegasse ao monte para iniciar os ataques de aquecimento. O chefe da equipe, Laz Diaz, expulsou Blanco após uma breve conferência com os outros três árbitros.

Blanco ofereceu a mão a todos os jurados para inspecionar, mas por outro lado não contestou seu caso. O primeiro árbitro Erich Bacchus trouxe a luva de Blanco para o clube de arbitragem.

A luva está agora sob escrutínio da Liga Principal de Beisebol, que introduziu regras mais rígidas para substâncias estrangeiras para a temporada de 2021. Caso Blanco descumpra as regras, ele será suspenso por 10 jogos, período durante o qual Houston não poderá substituí-lo no elenco ativo.

Blanco trouxe um ERA de 2,23 para o início de terça-feira e se tornou uma das histórias mais surpreendentes do beisebol.

O destro de 30 anos fez uma rebatida em seu primeiro início de temporada contra o Toronto Blue Jays e ajudou a estabilizar uma rotação do Astros que havia sido devastada por lesões.

Perder Blanco por 10 jogos prejudica a equipe de arremessadores de Houston. Houston tem o ERA mais alto da Liga Americana e está em uma seqüência de 16 jogos consecutivos sem folga.

Leitura obrigatória

(Foto: Logan Riely/Getty Images)



Fonte