O meio-campista Felipe Carballo voltou ao Uruguai após dois dias sem contato

14 de maio
2024
– às 17h20

(atualizado às 17h33)




Felipe Carballo voltou ao Uruguai depois de passar dias na ilha

Felipe Carballo voltou ao Uruguai depois de passar dias na ilha

Foto: Reimpressão/Instagram/Felipe Carballo

O jogador do Grêmio, Felipe Carballo, falou sobre a terrível situação que passou diante do time. chuvas e enchentes que inundaram o Rio Grande do Sul. Ao descrever o cenário desastroso no estado, o meio-campista uruguaio revelou que estava preso ao companheiro. Cristiano Pavónantes de ser resgatado e levado embora Eldorado do Sul para Porto Alegre.

Em entrevista à rádio Sport 890, do Uruguai, o camisa 8 do Tricolor explicou que ficou duas noites completamente inconsciente à espera de socorro.

“É catastrófico. Felizmente consegui vir para o Uruguai. A água mal chegou à minha casa, mas todo o bairro ficou inundado. Ficamos sem luz, sem comunicação. Conseguimos caminhar até a casa do Pavon, ficamos lá com o que tínhamos. Passamos duas noites até o barco nos buscar. Fomos com outros colegas e familiares para Porto Alegre, onde outro companheiro nos recebeu, disse o meio-campista de 27 anos.

Após deixar Eldorado do Sul, Carballo enfrentou uma verdadeira missão de retornar ao Uruguai. O jogador contou que primeiro se hospedou na casa de outro companheiro, em Porto Alegre. Porém, com avisos sobre comida e água, foi para Florianópolis, em Santa Catarina, onde embarcou em avião para Córdoba, na Argentina. Antes de chegar a Montevidéu, o motorista passou também por Buenos Aires.

Após retornar ao seu país, o atleta admitiu que ficou com muito medo da situação. Segundo ele, alguns funcionários do clube perderam tudo o que tinham.

“Na verdade, ajudei no que pude. Mas também tive muito medo de ficar sozinho, e bom, resolvi com meus companheiros vir. Ainda não vimos tudo. A chuva ainda está voltando, muita gente de Tem clubes onde ele perdeu tudo, muita gente que conheço perdeu tudo”, lamentou o uruguaio.

Agora, Carballo aguarda uma ligação do Grêmio para voltar à ação. Enquanto isso, Internacional e Juventude, que também foram afetados pelos temporais, já anunciaram o retorno aos treinos. As equipes gaúchas suspenderam todos os jogos até 27 de maio.

Rio Grande do Sul está alerta

Segundo atualização divulgada pela Defesa Civil do Estado na tarde desta terça, 148 mortes já foram confirmadas. Além das mortes, 124 pessoas estão desaparecidas e 538.545 pessoas estão desabrigadas. Dos 479 municípios gaúchos, 446 foram afetados pela tragédia.



Fonte