Mesmo com o título da copa local, a técnica Velha Senhora teve momentos de raiva com os juízes e até com os fotógrafos.




Foto: Andreas Solaro/AFP via Getty Images – Legenda: Massimiliano Allegri lidera a Juventus na final da Coppa Itália / Jogada10

A final da Coppa Itália viu não só cenas de comemoração, mas também de raiva. A Juventus derrotou a Atalanta por 1 a 0 no Estádio Olímpico de Roma e sagrou-se campeã da competição na última quarta-feira (15). O troféu serviu de consolo para mais uma temporada longe dos campeões. Principalmente depois dos anos de hegemonia que o time desfrutou no país.

Um dos principais alvos das críticas é o treinado Massimiliano Allegri. Porque ele é criticado por não conseguir atuar regularmente com a equipe. Assim, a conquista foi um momento de alívio para o especialista. Tanto que foi expulso durante a suspensão por denúncias insultuosas contra a imprensa. Mais tarde, ao comemorar o título com os jogadores, apontou para o diretor esportivo do clube, Cristiano Giuntoli. Nesse caso, o dirigente não quer abordar ele e os atletas neste momento.

Além disso, segundo reportagens da imprensa local, Allegri esteve envolvido numa discussão com fotógrafos e também num momento de raiva com o diretor do jornal “Tuttosport” Guido Vasiago. Um especialista em imprensa relatou o incidente em um carro próximo à idosa.

“Allegri, aparentemente mudado, encontrou-se comigo um minuto antes da coletiva de imprensa. Ele me disse: “Diretor Lala! Sim, você, o diretor idiota. Escreva a verdade em seu diário, não o que lhe dizem no clube. Vamos ser prostitutas no clube”, disse ele em detalhes.

Ataque do treinador da grande seleção italiana

Segundo a versão de Vasiago, Massimiliano também foi o autor da agressão física, pois a sacudiu, empurrou e apontou o dedo na cara dela. Em seguida, ele deu a entender que cortaria as “orelhas” do jornalista.

Um dos motivos da raiva do treinador é que ele é frequentemente demitido no final da temporada. Sob seu comando, a Juventus entrou em campo 41 vezes em 23/24. Neste caso, com 22 vitórias, 13 empates e seis derrotas. Esta situação deixa Allegri decepcionado.

“Como todos aqui me dispensam, digo que estou deixando um time forte. O clube tem o direito de confirmar ou não o técnico”, disse aos jornalistas.

A imprensa local nota que a idosa está a analisar alternativas para cancelar o contrato de Massimiliano Allegri, que expira no final de junho de 2025.

Siga Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram d Facebook .



Fonte