As meninas Sub-17 da Nigéria, as Flamingos, estão de volta ao país após a partida de qualificação para a Copa do Mundo Sub-17 da FIFA contra as meninas de Burkina Faso, em Bamako, Mali, que terminou com um empate em 1 a 1 no sábado.

O técnico Bankole Oluukere disse ao chegar a Abuja na terça-feira que o apoio dos nigerianos baseados em Bamako ajudou a impulsionar o ânimo dos Flamingos na primeira mão e o estrategista está convocando os nigerianos baseados em Abuja e arredores para invadir o Estádio Nacional MKO Abiola. neste sábado para apoiar as meninas, que pretendem passar pelas burquinenses até a fase final do torneio.

“Agradecemos o apoio dos nigerianos aos Flamingos ao longo dos anos, mas pedimos especialmente o seu apoio neste fim de semana, quando jogarmos contra as meninas de Burkina Faso na segunda mão das eliminatórias. para deixar a nação orgulhosa por chegar à última fase da série de qualificação.

“Tenho os jogadores para fazer o trabalho. Só pedimos apoio das arquibancadas. Nosso objetivo não é apenas nos classificar, mas ir para a Copa do Mundo e ultrapassar o último terceiro lugar na Índia em 2022”.

Chidi Harmony marcou o 55º gol da Nigériaº minuto, mas a má comunicação defensiva levou Burkina Faso a empatar através de Raynata Oubda a seis minutos do final.

Uma vitória sobre os Burkinabes leva os Flamingos à eliminatória final contra o vencedor da partida Senegal/Libéria. Os senegaleses lideram por 3-1 antes da segunda mão, em Monróvia, neste fim de semana.







Fonte