O ministro da Polícia, Bheki Cele, disse que a polícia está tentando prender os criminosos que atiraram e mataram um menino de cinco anos na frente de seu pai na semana passada.

Sel fez a declaração na terça-feira, 14 de maio, quando visitou a casa de Ditebogo Falane, que foi morto a tiros na frente de seu pai na noite de sexta-feira, 10 de maio, em um incidente de sequestro no Bloco Soshanguwe UU.

O trágico incidente aconteceu por volta das 22h, quando o pai de Ditebogo voltava para casa em um Toyota branco. Ditebogo foi para casa recebê-lo, mas suspeitos armados emboscaram a família e raptaram o seu pai bakkie.

LEIA TAMBÉM: Família de menino morto em sequestro em Pretória está com o coração partido

O menino foi baleado e morreu posteriormente no hospital.

O tiroteio e assassinato sem sentido de um rapaz e uma série de actos criminosos colocaram a comunidade de Soshanguve e áreas circundantes em medo, levando o ministro a fazer uma visita.

Sell ​​disse que quando os suspeitos forem capturados, eles terão que dar uma explicação completa sobre o motivo pelo qual atiraram na criança inocente.

“Eu me pergunto se eles entendem o que fizeram onde quer que estejam.

“Tentamos fornecer recursos adicionais à equipe de investigação e abordamos outras agências sobre esta questão.

“A polícia fará o que for preciso para capturar esses criminosos”, disse Sel.

Mencionou que a comunidade de Soshanguve era aterrorizada por jovens criminosos.

“Os criminosos ainda não estão sentindo o calor porque a polícia ficou aqui, esta comunidade deve dormir tranquila nas próximas 48 horas.

“Não pode ser que toda vez que estamos aqui essa mudança não aconteça, as pessoas deveriam andar livremente e não transformar suas casas em prisões”, disse Sel.

A Comissária de Polícia General Fanny Masemola, que acompanhou Cele, também deu informações detalhadas sobre os padrões de criminalidade na área.

Por exemplo, anunciou a intervenção policial imediata para combater o crime violento.

A polícia está pedindo a qualquer pessoa com informações ou que possa ajudar a prender os suspeitos que ligue para a delegacia de polícia mais próxima ou para o Crime Stoppers no número 08600 10111.

Você sabe mais sobre a história?

Por favor envie-nos um e-mail [email protected] ou ligue para 083 625 4114.

Para notícias gratuitas e informações da comunidade, visite os sites da Rekord: Grave o leste

Para mais notícias e artigos interessantes, como Rekord em FacebookSiga-nos Twitter ou Instagram



Fonte