É difícil imaginar alguém tendo uma briga grave com os Beatles, especialmente uma briga que começou depois que o famoso grupo se separou. No entanto, a indústria musical está cheia de grandes ideias e egos ainda maiores, e esses três artistas não eram exatamente partidários do Fab Four. E alguns deles mudaram de ideia sobre o grupo nos anos que se seguiram. Vamos dar uma olhada em três músicos que tiveram problemas com os Beatles.

1. Trent Reznor

O vocalista do Nine Inch Nails, Trent Reznor, revelou que teve um relacionamento “complicado” com os Beatles enquanto crescia. De muitas maneiras, a banda representava muitas das coisas que ele pessoalmente odiava, incluindo os fãs frequentemente irritados.

No início da década de 1990, Reznor disse em entrevista à revista Plazm: “Odeio pensar na mentalidade retrô. Você sabe, “Os Beatles foram a melhor coisa de todos os tempos…”. F*ck The Beatles, eu odiava pessoas que sempre falavam sobre os Beatles. Eles estão mortos. Eles são feios agora. Tire-os da minha vista.

Palavras fortes. Mas Reznor mais tarde percebeu o quão injustas eram suas críticas à banda. Em entrevista à Rolling Stone em 2011, ele disse que os considerava gênios e que “eles estavam tão à frente do jogo, não é justo”.

2.Michael Stipe

Não consideramos esta situação carne bovina com os Beatles a dizer, mas Stipe disse algumas palavras duras sobre a banda.

Stipe disse no passado que não era fã dos Beatles, embora reconhecesse sua genialidade. No entanto, em uma entrevista de 1992 para a Rolling Stone, ele comparou sua discografia a “música de elevador”.

“Os Beatles foram música de elevador na minha vida”, disse Stipe em entrevista. “‘Gostoso gostoso gostoso (eu tenho amor na minha barriga)” [by Ohio Express] isso me afetou mais.”

3.Quincy Jones

Este famoso produtor musical não fazia parte da Beatlemania. Na verdade, ela foi brutal com eles em uma entrevista de 2018 para a revista New York.

“Eles eram os piores músicos do mundo”, disse Jones. “Elas eram mulheres ociosas.” Paul é o pior baixista que já ouvi.”

Depois de postar as palavras duras, Jones queria consertar as coisas e contatou Paul McCartney desculpar-se. Hoje não há sangue ruim.

“A piada é que eu amo Quincy, mesmo depois disso”, disse McCartney sobre o incidente. “Ela é uma mãe maluca.” Mas eu o respeito, ele fez muitas coisas boas.”

Foto de William Vanderson

Quando você faz uma compra por meio de links em nosso site, podemos ganhar uma comissão de afiliado.

Fonte