Maria da Penha Oliveira Neta, de 34 anos, morta a pauladas e espancada na manhã desta quinta-feira (9), em Dourados, morava de favor na casa da irmã do suspeito de cometer o crime, identificado como Junior Benitez Vaz, 38.

 
O crime ocorreu em uma casa localizada na Rua General Osório, região do Jardim Clímax, especificamente no quarto em que a vítima ficava, aos fundos da residência.

De acordo com informações policiais, a vítima e o autor não teriam nenhuma relação amorosa ou parentesco, porém, ambos eram usuários de drogas e a polícia investiga se esse fato teria relação com o crime. Um cachimbo de drogas foi encontrado no local.

Informações apontam que Maria da Penha morava no local e auxiliava a irmã do autor com serviços no bar, localizado em frente a residência.

Equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais), Polícia Militar e Guarda Municipal de Dourados (GMD) seguem procurando o suspeito pelo crime.