Durante fiscalização ambiental na rodovia MS 141, em frente ao campus da UFMS, Policiais Militares Ambientais de Naviraí abordaram ontem (10) uma caminhonete marca Mitsubishi, modelo L-200, onde estavam três pessoas que retornavam de uma caçada de animal exótico da espécie javali, que está com controle permitido desde o ano de 2013. Na análise da documentação, verificou-se que um dos homens não possuía a licença ambiental do órgão obrigatória para a realização do controle da espécie (abate).

Dois dos controladores estavam com a licença e as armas legalizadas. Porém, o controlador que não possuía a licença estava com uma espingarda calibre 12 e 18 munições intactas do mesmo calibre, sem a autorização de tráfego obrigatória para a arma e munições. A arma e munições foram apreendidas e o infrator foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Naviraí e poderá responder por porte ilegal de arma, cuja pena é de dois a quatro anos de reclusão. Ele também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.350,00 por desenvolver a atividade de controle de espécie exótica sem a licença ambiental.