Equipes da Polícia Militar Ambiental, do 12º Batalhão da Polícia Militar e Gerência Municipal de Meio Ambiente de Naviraí, que trabalharam na operação Noite Tranquila realizaram fiscalização na cidade, desde o dia (25) até ontem (1) à noite e prenderam e atuaram administrativamente (multa ambiental) seis infratores por poluição sonora e perturbação do sossego. A operação tinha como objetivo fiscalizar bares, lanchonetes e veículos emitindo sons acima do permitido pelas normas e ainda por perturbando a população.

Durante os trabalhos foram apreendidos quatro veículos e aparelhagens de sons em dois comércios, sendo ao todo as seguintes aparelhagens: 17 alto-falantes, quinze cornetas, 13 baterias veiculares, 12 tweeters de som,   dez módulos de potência, cinco caixas de som, quatro driver de áudio,  quatro caixas seladas de som com autos falantes,  três fontes de alimentação de energia,  três aparelhos de som veicular,  três microfones, dois processadores de áudio, um aparelho voltímetro vtr 1500  e uma mesa de som analógica.

As equipes mediram com um decibelímetro a pressão de som emitida pelas aparelhagens, todas exercendo em muito os limites permitidos, sendo constatados até 72 decibéis em alguns locais, quando a potência permitida para o horário e região era de 45 decibéis. Os infratores foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Naviraí, onde os quatro proprietários dos veículos e os dois comerciantes, todos residentes em Naviraí, foram autuados em flagrante por crime ambiental de poluição sonora e saíram depois de pagamento de fiança. A pena prevista para o crime de poluição sonora é de um a quatro anos de reclusão. Eles também foram autuados administrativamente e multados pela PMA em R$ 35.568,00.