O governador Sanwo-Olu ordenou a libertação de 56 prisioneiros

O governador do estado de Lagos, Babajide Sanwo-Olu, libertou 56 presidiários de várias instalações correcionais do estado.

Anúncio

A informação foi divulgada em comunicado do Procurador-Geral e Comissário da Justiça, Sr. Lawal Pedro (SAN), terça-feira em Lagos.

Pedro acrescentou que o Governador comutou um prisioneiro no corredor da morte para prisão perpétua e também perdoou um prisioneiro.

Ele disse que o governador assinou as ordens de liberação, comutação e perdão em 25 de junho, por recomendação do Conselho Consultivo sobre Privilégio de Misericórdia.

“A aprovação da libertação dos reclusos foi consistente com o compromisso do governador de reduzir a pressão sobre as instalações correcionais do estado como parte das reformas do setor da justiça”, disse ele.

O Comissário disse que o Conselho Consultivo sobre Benefícios de Compaixão, ao chegar às suas recomendações, foi diligente na análise dos pedidos de acordo com as directrizes relevantes.

“A junta teve em conta as informações prestadas pelas autoridades penitenciárias, a natureza do crime, o período de reclusão, a idade, o estado de saúde e o comportamento dos reclusos”, disse Pedro.

O exercício foi conduzido de acordo com as disposições da Secção 212 (1) (2) da Constituição de 1999 da República Federal da Nigéria.

Fonte