O gramado do estádio já foi replantado e deverá estar pronto para receber os jogadores do Inter em junho.




Foto: Reprodução do vídeo – Legenda: Como ficou o gigante Beira Rio com a enchente em Porto Alegre / Jogada10

O “Inter” dá um passo importante para a retomada das atividades no Beira-Rio. A diretoria definiu julho como prazo final para o retorno aos jogos em casa. No entanto, os treinos no local devem ser permitidos antecipadamente, pois o campo de inverno já foi replantado e agora está pronto para treinos e jogos.

Assim, daqui a um mês, os colorados verão o time novamente no estádio, na restauração do local que exige investimento de milhões de dólares do Inter. Assim, 600 trabalhadores trabalham em três turnos – se necessário, pode ser aumentado para quatro, o que atrapalha a madrugada.

Assim que o green tomar forma, o gramado deverá estar pronto para uso dos jogadores em dez dias. Para agilizar o processo, quatro estufas auxiliam artificialmente na ausência de luz natural. Assim, os colorados agora podem treinar lá. Sem a necessidade de abertura dos portões, bastou restaurar os vestiários e dar estrutura aos atletas.

O estádio já tem água e luz. No entanto, instalações como salas de bate-papo, vestiários, museu e corredores estão em fase final de limpeza. A maior perda foi em equipamentos eletrônicos como fiação, máquinas da área de mistura e catracas foram reavaliadas e alguns itens tiveram que ser substituídos. A água da enchente atingiu 80 centímetros dentro do estádio e atingiu a segunda fila de assentos.

Duas datas para o Inter voltar a jogar no Beira Rio

Ainda não há data definida para o retorno definitivo ao Beira Rio. O “Inter” funcionará no dia 3 de julho, onde será disputada a primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil contra o “Juventud”. E no dia 24 do mês que vem, quando recebe o Rosário Central, na volta dos playoffs da Sul-Americana.

“Não posso especificar uma data. As pessoas até olham para mim porque estou recebendo muito dinheiro, mas tenho certeza de que estaremos em casa em julho”, disse o vice-presidente Victor Grunberg.

A ideia no Colorado é voltar com todo o estádio aberto, não apenas o anel superior. Segundo Paulo Pinheiro, presidente da BRIO, empresa que administra parte do Beira Rio, o clube já negocia condições especiais de pagamento com os proprietários dos bares.

“Talvez nem todos os bares estejam abertos, vai depender dos proprietários. Ou teremos algumas restrições nos portões. Mas queremos usar todo o local para acomodar os associados”, afirmou.

Siga Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram d Facebook.



Fonte