A ordem, que retirou o controle do 777 Sharik da SAF Cruz-Maltina, interrompeu as negociações, que estavam em estágio avançado.




Foto: Leandro Amorim/Vasco – Legenda: Vasco continua em busca de novo fornecedor de artigos esportivos para 2025 – / Jogada10

O Vasco continua em busca de um novo fornecedor de equipamentos esportivos para substituir a Kappa, que tem contrato até dezembro. Mas a empresa deixará de produzir os uniformes do clube a partir do ano que vem, abrindo espaço para substituições. Na época, a diretoria estava em negociações avançadas com a Puma, mas uma briga entre os sócios da SAF esfriou o negócio. As informações são do portal “ge”.

Por isso, a gestão Cruz-Maltina percebe que o valor pago pelo atual fornecedor é baixo e vê a troca como uma oportunidade para aumentar a receita. Ainda sob a gestão de Alexandre Campello, a Kappa estendeu seu contrato até o final de 2024, pagando ao clube carioca cerca de R$ 600 mil.

Faltando apenas um semestre, o Vasco já ouviu ofertas de potenciais fornecedores. Finalmente, a mudança de fornecedor deve ser planeada com antecedência para permitir tempo para a produção de peças. A primeira estimativa é buscar cerca de Rs 24 milhões da Puma, incluindo um valor fixo, royalties e enxoval.

Por outro lado, a ordem que transferiu o controle do 777 Sharik para a SAF esfriou as negociações. Diante disso, a diretoria do clube associativo, representada pelo presidente Pedrinho, tenta ouvir outras empresas interessadas.

Por fim, importa referir que a SAF está em processo de reforma com a mudança de comando ocorrida na sequência da ordem judicial de 15 de maio. A gestão de Pedrinho tenta atrair novos interessados, mas a empresa alemã segue em busca do próximo fornecedor do Vasco.

Siga Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram d Facebook.



Fonte