Depois de recuperar de desvantagem, o Galo, mesmo desfalcado e fora de casa, se recuperou no primeiro tempo com gols de Zaracho e Paulinho para permanecer no G4.




Foto: Pedro Souza – Legenda: Paulinho olha peça definida para o Atlético / Jogada10

Na noite de terça-feira (6/11) o Atlético Mineiro conseguiu um ótimo resultado. Afinal, em pleno Nabisão, ele derrotou o Bragantino por 2 a 1, porque o Galo teve muitas lacunas, inclusive Halk (volante) e Arana (na seleção), e muitas vezes dominou. . O Bragantino saiu na frente com Lucas Evangelista. Mas Zaracho e Paulinho marcaram os gols dos mineiros em dois minutos. Todos os gols foram no primeiro tempo.

Neste jogo, com 11 amarelos e dois vermelhos (um para cada equipe), o Atlético, com excelente resultado em Bragança Paulista, chega aos 13 pontos e chega ao G4. O Bragantino parou nos 12 pontos. Ele aspirava a ser vice-líder, mas continua fora do G6.

No final do 1º tempo, o Atlético recuperou

Halo não foi bom no primeiro tempo. Mas conseguiu avançar para o intervalo, embora com dificuldades e com improvisações na composição, como Scarpa na ponta esquerda. Assim, após dez minutos de equilíbrio, o Bragantino começou a se impor. Aos 24, em jogada de escanteio praticada, Lucas Evangelista recebeu na lateral e chutou sem chances para Everson defender.

O Atlético sentiu o golo e viu que o Braga estava sempre perto da sua área e criava perigo. Mas o Galo conseguiu mudar o jogo em dois minutos, após duas falhas defensivas. Aos 42, Mateus Fernandez cometeu uma grande falha na lateral-esquerda que permitiu a Zaracho ganhar a bola, colocar Paulinho para dividir com o goleiro Clayton e a bola sobrou para Zaracho deixar tudo. E aos 44, o Braga aproveitou, perdeu a bola e Igor Gomes fez um cruzamento brilhante para Paulinho que bateu Luan Candido na corrida e na área para fazer 2 a 1.

O segundo tempo sem gol

Logo no primeiro minuto, Zaracho se machucou na briga e saiu de campo. O zagueiro Igor Rabello o substituiu, o que indicava que o Galo seria desligado. Então o Braga subiu perfeitamente. A única razão pela qual ele não empatou com Juninho Capixaba aos seis minutos foi uma bela defesa de Everson, que entrou na rede e mandou para escanteio. Aos 22, Kadu marcou golaço em Luan Candido e mandou para o gol. Mas o atacante colocou a mão na bola e iniciou o jogo. A tentativa foi negada.

No final, o Atlético se segurou (mas quase marcou com Igor Rabello) e manteve o resultado, com o Braga frustrado pela derrota. E termina com dez, porque Sasha foi demitida por reclamar aos 45 anos. Aliás, aos 54 anos, Battaglia foi afastado pelo Galo. Por fim, vitória na competição dos mineiros.

RB BRAGANTINO 1X2 ATLÉTICO-MG

8ª Rodada Brasil 2024

Informação: 06/11/2024

local: Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)

RB BRAGANTINO: Clayton; Jadsom Silva (Nathan Mendes, Intervalo), Eduardo Santos, Luan Candido e Juninho Capixaba (Lincoln, 41’/quarto); Eric Ramirez, Mateus Fernandez (Sasha, intervalo) e Lucas Evangelista (Gustavinho, 36’/2º); Mosquera, Thiago Borbas e Helinho (Vinicinho, 32’/2º).Técnico: Pedro Caixinha.

ATLÉTICO-MG: Éverson; Saravia, Bruno Fuchs, Battaglia e Gustavo Scarpa; Rômulo (Mauricio Lemos, 24’/2ºQ), Igor Gomes, Alisson (Pedrinho, 20’/2ºQ) e Zaracho (Igor Rabello, 2’/2ºQ); Paulinho e Kadu. Técnico: Gabriel Milito

Objetivos: Lucas Evangelista, 24’/1º (1-0); Zaracho, 42’/1º (1-1); Paulinho, 44’/1º (1-2)

Juiz: Rafael Rodrigo Klein (FIFA/RS)

Ajudantes: Mayra Moreira (RS) e Michael Stanislaw (RS)

ERA: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-FIFA/RJ)

Cartões amarelos: Lucas Evangelista, Borbas, Juninho Capixaba, Nathan Mendes, Eduardo Santos (BGT); Saravia, Everson, Battaglia, Mauricio Lemos, Bruno Fuchs. Gabriel Milito (ATL)

cartão vermelho: Sasha (BGT, 45’/2ºT); Batalha (ATL, 54’/2ºT)

Siga Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram d Facebook.



Fonte