Top 5: Relembre os trabalhos de João Emanuel Carneiro

Publicidade:

No próximo dia 31 estreia ‘A Regra do Jogo’, mais uma novela de João Emanuel Carneiro. Para uns ele reinventou a maneira de fazer a novela, até pode ter inventado a ‘pólvora’, mas para outros ele não passa de um autor da moda e sem graça. Devido isso, o BAÚ DA TV vai fazer um TOP 5 dos trabalhos do autor. Vamos relembrar?

5) Da Cor do Pecado

Em 2004, João Emanuel Carneiro estreava como novelista-solo, depois de colaborar nas minisséries: A Muralha e Os Maias; e depois fazer a colaboração da novela ‘Desejos de Mulher’. A trama tinha como título provisório de ‘Chocolate’ e Sílvio de Abreu se interessou e topou fazer a supervisão. A novela tinha como protagonista uma negra, e foi interpretada por Taís Araújo, e os gêmeos feitos por Reynaldo Gianecchini. A trama tinha como grande vilã, Giovanna Antonelli, como uma vilã loira (algo que iria virar marca quase registrada do autor). Uma das falhas de Da Cor do Pecado, era a grande força da trama principal, e as falhas das tramas paralelas. Mas ter Lima Duarte e Aracy Balabalian em grandes papéis, já é digno de elogio.

dacordopecado2

4) Cobras & Lagartos

Já em 2006, João iria para uma novela que girava em torno do mercado do luxo, não a toa a empresa se chamava ‘Luxus’, e tinha aquele famoso slogan: ‘Luxus, eu tenho, você não tem!’. Os protagonistas, Mariana Ximenes e Daniel de Oliveira apesar de ter química e serem ótimos atores, acabaram perdendo destaque para os vilões e o personagem de Lázaro Ramos. Taís Araújo, que foi uma das vilãs, ganhou muito destaque e a dobradinha dela com Lázaro Ramos funcionou muito.

cobraselagartos_divulgacao

3) Avenida Brasil

Não me matem! Avenida Brasil foi um grande sucesso, virou quase um fenômeno de audiência, o Brasil parou para saber o destino dos moradores do Divino. João Emanuel Carneiro utilizou o duelo entre duas mulheres, a vilã que o Brasil amou, e a mocinha que era muito sombria e tinha o desejo de acabar com a vilã. Nessa novela, o autor usou um recurso que ele gosta muito de usar, o gancho; muitas vezes não acontecia nada, mas os ganchos eram ótimos e davam a entender que tudo iria se resolver, mas não se resolvia nada. Mas o fenômeno #OiOiOi parou o país, assim como Adriana Esteves com sua Carmem Lúcia, ou melhor, Carminha.

avenida brasil

2) A Favorita

Era a primeira novela do horário nobre de João Emanuel Carneiro. E ele foi de uma ousadia impar na primeira parte da novela. Ninguém sabia quem era a vilã ou quem era a mocinha. Um crime acontecia, e uma mulher com ar angelical jurava que era inocente, e quem era culpada era uma mulher prática e com ações que pareciam ser de uma vilã. Em determinado momento, era revelado que aquela com ar angelical era a verdadeira vilã, e ai Flora Pereira da Silva, mostra-se uma vilã perversa, que é capaz de tudo para ter o que a sua antagonista, Donatela, tinha. Aos poucos vai revelando que Flora era apaixonada por Donatela, desde quando era crianças. Uma das falhas mais comuns do autor ocorreu nessa novela, às histórias paralelas davam outra novela e era bem mais fracas que a principal. Mais o duelo de Patrícia Pillar e Claudia Raia foi sensacional, e só de lembrar me dá vontade de escutar um tal de Beijinho Doce…

A favorita

1) A Cura

A primeira série de João Emanuel Carneiro ainda trás órfãos até hoje. A trama se passava em Diamantina em dois tempos diferentes: uma no Brasil Colônia, na época da era do Ouro; e outra nos dias atuais. Todo o ar misterioso girava em torno de um dom misterioso de um médico, Dimas, personagem de Selton Mello, e se ele tinha ou não matado seu colega quando era criança. Na medida em que os acontecimentos iriam ocorrendo, Dimas era um médico que tinha o dom da Cura, mas seu verdadeiro pai, Otto, personagem de Juca de Oliveira, que era dado como morto, e era considerado para uns como santo e para outros como diabo, era na verdade um criminoso farsante que precisava no filho para ser curado. A série acabou com um ótimo gancho, que daria uma empolgante segunda temporada, mas até hoje ninguém falou sobre.

globo__Juca de Oliveira e Selton Mello_Alex Carvalho__gallefull

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

'
Close