“Escrava Mãe” ganha classificação indicativa

Publicidade:
Zezé Motta caracterizada como sua personagem em “Escrava Mãe”. (Fonte: Portal UOL)

Com data prevista de estreia para outubro, até porque a Record ainda não definiu até quando vai querer esticar “Os Dez Mandamentos”, a sua nova novela ganhou a sua classificação indicativa pelo Ministério da Justiça nesta semana. Segundo o despacho feito no site da pasta, a Record conseguiu um feito bastante importante para a sua programação com a decisão.

Os 150 capítulos de “Escrava Mãe” que foram avaliados receberam a classificação “Livre”, ou seja, todos os públicos poderão assistir à novela porque não nada que não possa ser visto por todos. Isto é ótimo para a Record porque abre caminhos caso o público venha a rejeitar “A Regra do Jogo” na Globo, assim como fizeram com “Babilônia”, mas isso levanta uma suspeita – como é que será feita uma novela de escravos sem nenhuma cena forte?

Lembro-lhes que “A Escrava Isaura” exibida pela Globo em 1976 era imprópria para menores de 12 anos, já a homônima exibida pela Record em 2004 era livre também.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

'
Close