Chimbinha pode ser enquadrado na lei “Maria da Penha”; Entenda

Publicidade:

Prometo que não sou nenhum aprendiz de dramaturgo, mas confesso que escrever sobre essa novela que transformou-se a separação de Joelma e Chimbinha se torna, a cada novidade, inevitável. Desta vez é uma pauta mais ao estilo do Marcelo Rezende do que de Sônia Abrão, porque de acordo com a delegacia do bairro Jaderlândia, município de Ananindeua, que faz parte da região metropolitana de Belém (capital do Estado do Pará), Chimbinha pode ser enquadrado na lei “Maria da Penha”.

Leia também: Ex-Dançarino chama Chimbinha de “preconceituoso” e conta porque apanhou do músico

De acordo com o EGO, a polícia Civil do Pará encaminhou o processo para a Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, em razão do conteúdo do depoimento que Joelma deu à delegada em 09 de setembro, que afirmava ser ameaçada pelo ex-marido, Chimbinha, desde quando deflagrara a traição que havia sofrido e também anunciou que Calypso terminaria em 31 de dezembro deste ano. Ou seja, se a cantora foi realmente ameaçada, ele pode sim, ser enquadrado na “Lei Maria da Penha”

Para vocês entenderem um pouco melhor o porquê as coisas podem realmente se complicar para Chimbinha, saiba que a Lei nº 11.340, mais conhecida como “Maria da Penha”, possui 46 artigos dispondo de proteções que a mulher possui, diante da lei, caso seja agredida (de quaisquer forma) pelo companheiro ou companheira.

Para ilustrar isso, darei dois exemplos, começando pelo artigo 3º da lei citada anteriormente: “Serão assegurados às mulheres as condições para o exercício efetivo dos direitos à vida, à segurança […], à liberdade, à dignidade, ao respeito […]”. Já o artigo 6º diz o seguinte: “A violência doméstica e familiar contra a mulher constitui uma das formas de violação dos direitos humanos”. Relembrando que são apenas dois artigos de uma lei de 46, mas Chimbinha já se complica apenas com esses dois textos.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

'
Close